Rapazoi
Rapazoi

Jabes Ribeiro, ex-prefeito de Ilhéus, está enfrentando consideráveis desafios para conquistar a confiança da população em sua candidatura à prefeitura do município.

 

Diversos setores da sociedade rejeitam sua volta à cena política, marcada por um desgaste abrangente. A tentativa de Jabes de retomar seu caminho rumo ao palácio parece estar fadada ao insucesso, já que ele não conseguiu angariar a confiança do povo.

Durante seu último mandato na prefeitura de Ilhéus, Jabes enfrentou várias manifestações em frente ao prédio municipal. Servidores públicos e diversos setores da sociedade reclamaram da má administração de seu governo. Na época, ele argumentava que o município não dispunha de recursos suficientes nem mesmo para resolver questões simples, como tapar alguns buracos que se espalhavam pela cidade. Em relação aos pedidos da população para iluminar a Avenida Soares, o cartão postal de Ilhéus, Jabes alegava estar de mãos atadas diante das dificuldades para solucionar qualquer problema na cidade.

Durante seu governo, o comércio foi negligenciado, postos de saúde foram fechados e escândalos administrativos ganharam repercussão nacional, resultando em total insatisfação da população, especialmente entre os funcionários públicos que sofriam com seu comportamento conhecido por pirraça. Antes de deixar o cargo, Jabes deixou como legado a destruição da Praça Cairu e a construção de um rodam extenso no centro da cidade, com plantas de mau gosto, (flor de defunto).

Contudo, desta vez, parece que o povo não esqueceu das ações controversas de Jabes. O preço por subestimar a opinião pública está se revelando alto para o ex-prefeito.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem